sexta-feira, 12 de maio de 2017

Minha Esposa virou Puta do Motoqueiro (Por Sr. Morango)



Ola amigos,

Faz muito tempo que não escrevemos aqui no blog, principalmente pela falta de tempo que nos consome, mas nem por isso deixamos de aprontar algumas coisas, o que vou contar a vocês agora é uma das aventuras mais audaciosas que já relatamos por aqui. Até porque neste caso, a Morango esta se divertindo sem a minha participação. Vamos lá:


Já a alguns meses minha esposa conheceu um rapaz dentro do ônibus, porém ate então ela não tinha me dito nada, porém em um destes encontros eles trocaram o numero do whatsaap para continuarem conversando, ate aí nada demais, ate que um dia esse amigo dela a informou que não iria mais pegar o ônibus com ela, pois agora ele havia comprado uma moto, e caso ela quisesse ele poderia dar carona a ela. 

É claro que a safada topou, e só a partir daí que eu fiquei sabendo de toda essa história, foi então que eu fiquei pensando qual seria a intenção daquele cara com a minha mulher, já que ninguém é tão bonzinho assim. Mas para infelicidade dela, esta carona não ocorreu, na verdade demorou para coincidir dia e horário para eles se entrarem.

Até que em determinado dia, ela chegou cedo em casa, e quando a questionei ela me disse tinha voltado com aquele amigo que ofereceu carona, e que a partir daquele dia, iria de carona todos os dias com ele. Confesso que a declaração dela me deixou com tesão, e fiquei curioso para saber o que mais poderia vir a acontecer.


Ela me contou que quando subia na garupa dele, ela o abraçava e ficava bem coladinha no cara, tanto é que qualquer um poderia afirmar que ambos eram namorados, ela me contou que fazia isso pois estava com medo de cair da moto, mas que no decorrer da viagem, a vontade dela, era de poder colocar a mão no pau do cara para saber se ele era pauzudo, essa então passou a ser a curiosidade da minha mulher.


Sempre que ela chegava em casa estava com a buceta toda molhada de tesão, e me contava que estava cada vez com mais vontade de dar para o novo amigo, ela sentava no meu me falando que queria sentar era no pau do cara, e me chupava desejando o pau do outro na cama. Aí eu falava para a puta da Morango dar logo para o cara, já que a buceta gostosa dela estava pegando fogo daquele jeito por ele.


Um certo dia no final da tarde, eu estava esperando minha esposa chegar em casa quando recebo uma mensagem dela pelo meu whatsapp: "Oi amor vou chegar mais tarde, pode jantar sem mim, quando chegar em casa eu explico, te amo!!". Na hora eu me toquei que a minha esposa cachorra ia dar para o novo macho dela, fiquei imaginando para onde ele estaria levando ela, e o que ele faria com ela, já que a Morango gosta de ser dominada pelos machos na cama, com certeza ele iria fazer muita coisa com ela.






Quando mais eu pensava no que poderia estar acontecendo, com mais tesão eu ficava, e mais a noite ficava, e quanto mais demorava para ela chegar em casa eu ficava pensando o tanto de putaria que eles deveriam estar fazendo juntos. Ela demorou bastante para chegar em casa naquela noite, recebi outra mensagem dela informando que estava na rua de casa, fiquei naquela expectativa ate que ela entra e me beija.


Deu para sentir no beijo dela que ela mamou bastante o pau do cara inclusive havia experimentado o leite dele, tirei a roupa dela e quando vi a sua buceta estava toda vermelha de tanto meter, fui cheirar a buceta e senti o cheiro da camisinha do cara, levei a ao quarto eu ja com muito tesão pedi para ela me contar tudo que havia acontecido.


Ela me contou que antes de subir na moto ele a perguntou se ela queria ir a "um lugar com ele", ela respondeu que iria para onde ele quisesse (cachorra né, também acho), ai ele complementou falando que o lugar só poderia ir maiores de idade e com RG, lógico que a cadela topou e foram ao Motel.


Já na portaria do Motel ela estava com a calcinha toda molhada de tesão, estava com muita vontade de dar para o cara, e assim que entraram no quarto ela mesmo tomou atitude a partiu para cima dele, ela me disse que o macho era pauzudo do jeito que ela gosta, e era tão grosso que ela não conseguia colocar todo o pau na boca, ia só até a metade.

Já em cima da cama e sem roupa minha esposa virou puta do motoqueiro, pois ele a comeu como bem quis, primeiro pegou ela por cima, onde conforme ele ele metia nela eles se beijavam na boca, depois pegou minha mulher de ladinho enfiando todo o pauzão com vontade na buceta dela, mas a parte que ele mais a fez gemer foi quando empinou o rabo dela e a comeu de quatro, ela me contou que ele travou na cintura dela, e meteu o pau bem fundo, fazendo sentir arrepios de tanto tesão. 








 Quanto mais rápido ele metia, mais rola ela pedia, e mais tapa ela levava na bunda, segundo minha puta, o macho batia na bunda dela com vontade e metia a rola mais fundo ainda, naquela hora ela sentiu uma verdadeira vadia, nem lembrava que era casada, ou que o marido a estava esperando para jantar, ela só queria foder e sentir o pau do cara.


A foda de quatro dos dois foi tão intensa que o macho não resistiu e gozou, segundo ela, ele gozou muito, e ela ficou toda molinha com o bumbum vermelho de tanto apanhar, mas nem por isso ela ficou satisfeita, ela fez questão de chupar todo o pauzão do macho pós gozo e deixou a rola dele bem limpinha. Ela me disse também que alem da porra ser bem grossa tinha um gosto muito forte. Por isso eu tinha sentindo quando a beijei.

Nessa altura eu que estava com meu pau pulsando de tesão, e para finalizar ela me disse que iria meter sempre com ele ate porque ainda não tinha explorado todo o potencial do novo macho comedor, aí eu que não resisti e comi ela com vontade gozando gostoso na buceta dela.









 

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Morango nas redes sociais

Amores da Morango estou de volta ao instagram e ao Snapchat

Instagram: morango.kasada

Snapchat: morangokasada

Quero ver todos vocês me seguindo

domingo, 10 de julho de 2016

Mamando o Negão em publico (será que alguem viu?) (Por Sra. Morango)

Oie amores! O que vou contar a vocês foi totalmente imprevisto.

Eu fui convidada a ir a um evento com o meu marido, erade exposições e muito bacana. Pegamos uma van que nos levaria ate lá, assim como a outras pessoas também. Eu estava usando legging e um top cropped bem decotado além de salto e calcinha só o fio.

Dentro da Van entrou um negrão que de cara não soube disfarçar o interesse no meu decote. Apesar do meu marido estar ao meu lado, acredito que naquele momento ele deduziu que estivesse sozinha, pois quando chegamos ao evento ele desceu na frente e ficou meio que me esperando, meu marido saiu em seguida, e ao pegar na minha mão para descer, o negrão se "tocou" e sumiu.

A exposição estava otima! Tiramos muitas fotos com as pessoas e eu fiquei com aquele negrão ousado na cabeça, e por incrivel que pareça acabamos nos reencontrando dentro do evento. Ele estava a trabalho lá e nos entregou um cartão, tiramos fotos juntos e subimos para um outro andar onde também acontecia o evento, mas era mais vazio, e passamos a conversar.

O safado se tocou que eu estava afim dele, me agarrou pela cintura enquanto conversava com meu marido sobre coisas banais do dia a dia, enquanto me alisava discretamente. Até que o assunto com o Sr. Morango foi esquentando...

Chegou o assunto sobre hobby, swing, baladas liberais, menage, fetiches e comecei a perceber um volume na calça do negrão, um volume aliás, que não parava de aumentar. Ele me elogiou começou a falar o quanto eu sou bonita, gostosa e tal, e aproveitou para colocar a minha mão na sua calça. Meu, que pau era aquele? Enorme, grosso, me deixou com agua na boca.

Ele continou conversando com meu marido enquanto eu apertava, alisava e massageava aquele pauzão, ainda por cima da calça, até que em um determinado momento ele não resistiu e beijou meu ombro, e foi descendo até chegar no meu decote, e por fim, no bico do meu seio, onde ele passou a chupar gostoso, naquele momento, nenhum de nós três nos importavamos com as pessoas que passavam ao redor.

O Negrão me queria, e queria naquele momento... Ele pediu permissão para o Sr. Morango que deu carta branca a ele, foi quando ele nos levou em um cantinho, botou a rola para fora, e eu não tive escolha, me agachei e chupei com vontade!! 


O pau dele deve ter uns 25cm eu lambia a cabeça, o saco e colocava o que dava na boca, o Sr. Morango tirando fotos, o negrão tremendo de tesão na minha boca e eu totalmente molhada chupando com muita vontade.

Eu ja estava totalmente submissa ao negrão quando ele me levantou, beijou minha boca, e disse que queria me comer ali mesmo. Eu disse que não teria como, mas ele me domnou, colocando de costas para ele, abaixou minhas calças até o joelho, puxou a calcinha de lado e foi metendo o pauzão.

Nunca me senti tão preenchida como estava naquele momento, era muito gostoso, me deixou mais tesuda ainda, queria sentir tudo dentro e eu comecei e quicar no pau. Nunca tinha dado para um pau tão grande e grosso e em pouco tempo ja estava gozando. O negrão safado me pegou pela cintura e foi metendo, e eu contendo o gemido, para não chamar atenção, até o safado gozar gostoso. Foi a melhor rapidinha que eu já tive!!




























Depois beijamos na boca, trocamos contatos e fomos cada um para o seu compromisso no evento. Eu fiquei o tempo inteiro ainda sentindo o pau dele na minha buceta, na hora de ir embora já com o evento finalizado, ele nos esperava na saida. Aí nosso destino foi o motel, terminar o que começamos. 

domingo, 24 de abril de 2016

Sra. Morango Delivery para o Negrão Pauzudo





Olá amores!!

Estava um pouco ausente do blog e mais ativa no instagram rsrsrrs mas agora vou contar a vocês essa brincadeira gostosa.

Conhecemos um negão de pau enorme lá na erotika fair, chegamos dar uma rapidinha que me deixou com água na boca (na buceta também rsrsrs) até porque aquela delicia me deixou toda preenchida de tão grosso que era. Depois disso mantivemos contato pelo imo e a cada dia que passava ficava com mais vontade ainda de sentar muito gostoso naquele pauzão.

Ele queria que eu fosse até ele, como nem moramos tão longe assim resolvi fazer um "Morango a domicilio" para ele, então em um sábado depois do meu trabalho, cheguei em casa, tomei um banho gostoso, peguei uma calcinha bem minuscula e fui de ônibus até ele, que já estava em um hotel me esperando.

Ao chegar na porta do hotel minha buceta já estava toda encharcada pois me sentia uma verdadeira puta ao me encontrar com um macho. Ainda nais um negrão (quem me acompanha no blog sabe que eu não resisto a um negão) e como podem ver eu fui muito bem recebida por ele.

Ele estava peladão já de pau duro ao me receber, conversamos um pouco, mas assim que chegamos até a cama eu comecei a mamar no pau dele, a minha buceta estava com tanta vontade daquele pau, que até estava fugindo da calcinha, quanto mais eu mamava mais vontade de sentar me dava.




Quando comecei a sentar, aquele pauzão começou a me preencher, era impossível não gemer muito de tanto que estava muito gostoso.





O Negão era muito safado e estava se acabando na minha buceta, não demorou muito e ele já estava querendo me pegar de quatro, e eu claro, já empinei meu bumbum para que ele metesse com muita vontade...









Eu gritava de tão fundo que aquele pau entrava, e cada vez que ele socava mais sensível minha xoxota ficava, tanto é que em um determinado momento até meu cuzinho ficou piscando de tão gostoso que aquelas metidas estavam






Ele encheu a minha bunda de tapas e quanto mais ele batia, mais vontade de dar para ele eu ficava e mais fundo o pau entrava, fazendo as bolas bater na minha buceta e meu cuzinho se abrir de vontade de rola.



Eu só não dei o cuzinho porque o pau dele era muito grande e grosso, pois se fosse do tamanho do Sr. Morango por exemplo, eu ia pedir para ele foder com muita vontade meu cuzinho.

Depois de foder bastante a minha buceta, o negrão tarado comedor de esposa me botou para mamar de novo, e aí vocês podem ver o quanto que era grosso...






Aí o safado começou a meter na minha boca como se fosse uma buceta, e fiquei literalmente preenchida e com muita água na boca, mas a buceta e o cuzinho começou a piscar de novo, aí ele teve que me pegar com vontade mais uma vez.







E foi desse jeito que finalizei a minha visita ao negrão comedor, tomando leitinho como uma boa esposa faz. 

Viram como aprendi direitinho com meu marido a ser uma esposa delivery.

Beijokas gostosas!!!


quarta-feira, 23 de março de 2016

Esposa de Programa Morango Kasada

Olá amores! 

Estou com um projeto chamado "esposa de programa"

Caso queiram entrar em contato comigo:

Meu skype : Morangokasada

Email: morangokasada@gmail.com

Vou adorar conversar com vocês. Beijokas


segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Dançando com Gogoboy (Por Sra. Morango)

Oie amores!! Estou de volta, e o que quero contar para vcs é uma historia muito interessante rsrsrs

Sempre freqüento feiras eróticas e baladas onde rolam shows de striptease, adoro ver homens e mulheres sensuais dançando e interagindo com as pessoas, e algumas vezes, comigo também, é claro hahahaha. 

Em uma dessas noites em que estava com meu marido para assistir mais um show, resolvi sentar bem pertinho do palco para poder aproveitar bastante, antes do show começar, o DJ sempre anima o publico com musicas animadas, depois de um tempo em que haviam vários casais dançando na pista, eis que é anunciado o primeiro show da noite.

É um show masculino onde entra um gogoboy moreno claro (e bem gostoso) de 1,82 acredito eu, com uma roupa bem sexy e provocante, ele logo começa a dançar e animar as mulheres mais assanhadas. Meu marido percebeu que ele já entrou no palco me olhando, mas nem dei muita bola para o que ele dizia por conta do alto som que estava rolando naquele momento.

O Gogoboy vai se esfregando e dançando nas mulheres perto dele e depois foi até o fundo, onde quase meus olhos não o alcançava, eis que para a minha surpresa, ao seu retorno, ele veio direto ao meu encontro, me pegou delicadamente pela mão e com um olhar bem safado e convidativo me chamou ao palco, olhei para o meu marido que com um sorriso orgulhoso fez um sinal aprovando a minha ida.

Ao chegar no palco ele encostou seu corpo atras de mim, encaixando-se bem no meu bumhum e respirando bem fundo no meu pescoço. Eu estava usando um mini vestido colorido e bem colado no corpo, que exaltava claramente minhas curvas, principalmente no bumbum, conforme eu ando o vestido sobe insistentemente. Estava de salto alto preto e uma calcinha fio dental vermelha, com um detalhe, a parte da frente é aberta.

Ao começar a performance o gogoboy ja tratou de ir com as suas mãos até o meu bumbum e apertou, levantou meu vestido, revelando a todos minha calcinha, deu um tapa na minha bunda e ao meu ouvido me chamou de gostosa. O DJ falava alguma coisa pelo som mas naquele momento eu realmente estava com muito tesão, nem prestava mais atenção no que acontecia ao meu redor.

Mais do que rapidamente o gogoboy muito safado tira todo o meu vestido e o arremessa ao meu marido que estava na mesa, com um sorriso bem safado e saboreando um drink. Como estava sem sutien fiquei com os seios de fora. Ele me agarrou e começamos a dançar, bem lentamente, bem sensualmente e provocante, um de frente para o outro, olhos nos olhos, ate que ele me levanta eu entrelaço minhas pernas no seu corpo e o meu tesao só aumentava.

Não satisfeito ele me solta e dessa vez tira a minha calcinha, eu geralmente deixo minha xaninha sem pêlos nenhum, 100% lisinha, mas dessa vez deixei um "bigodinho" que deixou meu novo amigo louco, consegui sentir claramente que estava com o pau duro.

A iluminação estava a meia luz, nas mesas mais próximas, conseguia perceber que outros casais estavam bem animados com a performance ali apresentada por nós, alem da musica e do DJ falando algumas coisas, não havia manifestação do publico, todos olhavam fixamente, como se hipnotizados por tudo que ali acontecia.

Agora era a minha vez de lhe tirar a roupa, primeiro foi a sua camisa, aproveitei para dar leves beijinhos em seu torax e depois a sua calça, que delicia era aquele homem, corpo bem desenhado, definido, estava com tudo bem distribuído, graças a academia, era perceptível seus músculos exaltados.

Tirei a sua calça e o deixei apenas de cueca, desci ate embaixo e ao subir passei meu rosto quase que colado em seu corpo, passei bem lentamente naquela perte gostosa onde o pau dele pulsava. Mais uma vez corpo a corpo colado, depois, em um movimento rápido ele me vira e da um tapa no meu bumbum, o DJ foi ao delírio e meu marido estava orgulhoso ao ver sua esposa naquela situacao prazerosa, de total entrega, exibicionismo e submissão.    

Dancei no pole dance, totalmente nua, fiz uma micro apresentação, claro que amadora, mas com muito tesão, onde minha principal arma foi o rebolado, e o salto alto que foi a única coisa que me restou... Depois da minha dança ele me agarra de novo, e ao meu ouvido diz "tira a minha sunga", foi nessa hora que todas as luzes se apagaram.

De forma instantânea soltei um sorriso malicioso, seguido de uma mordida no lábio, e de pronto respondi, "com todo prazer, amor". E lá fui eu lentamente descendo entre suas pernas e tirando de uma perna e depois de outra, e mais lentamente ainda subindo, só que dessa vez ele estava com a mão na frente daquela delicia dura. Pegou a sunga da minha mão, colocou no lugar da mão dele, me colocou contra seu corpo encoxando meu bumbum e mais uma vez dançando e falando ao meu ouvido o quanto era gostoso estar ali comigo. Eu com os olhos fechados só consegui responder um "uhum" que saiu quase que como um gemido.

Aquela dança parecia que durou uma eternidade mas não foi mais que 5 minutos, eis que a musica acaba, ele me agradece pela colaboração, eu retribuo a gentileza e sob aplausos do publico volto nua até a mesa do meu marido, e ele todo orgulhoso, me entrega a calcinha e meu vestido, e ali mesmo começo a me vestir.

O DJ anuncia um intervalo para o próximo show e todos voltam à pista de dança, nem vi a hora que o gogoboy saiu, recebi surpresa um drink de agradecimento, e começo a voltar ao eixo. Quando de repente  meu marido me da um toque e me fala: "olha quem esta lá com o DJ te olhando" era ele, o meu parceiro de dança, safado. Estranhei pois geralmente, eles se apresentam e vão embora. Mas ele não, como ainda havia o show feminino, imaginei que a stripper poderia ser uma amiga ou namorada dele, sei lá. 

Ele ficou lá durante toda a performance do show feminino, onde também participei, só que da minha mesa, com a stripper no meu colo, e meu marido louco vendo tudo aquilo, depois ela foi interagir com outros casais e o safado continuou lá, me olhando...

(continua...)